Paradinha para a dança

Clipe pop dos anos 90/2000 que se preze tem que ter paradinha para a coreografia. E muito antes da Beyoncé causar com Single Ladies, a J. Lo (Jennifer Lopez para os íntimos) já usava da estratégia. Daí que juntaram quase todas as dancinhas dela em um vídeo só! Olha que legal:

Vi no Papel Pop

Natalia Guaratto

Anúncios

It’s gonna…gonna…gonna…gonna…gonna

Depois de passar um final de semana em que ouvi N’Sync e chorei de rir ao ver um grupo de amigos dançando IGUALZINHO aos garotos da boyband rival dos bonitinhos dos Backstreet Boys , eu não poderia deixar de postar. Isso é muuuito anos 90!

Justin, Chris, Joey, Lansten e JC voltaram a cena nas minhas memórias e renderam muitas risadas e lembranças!

E para todo mundo poder curtir um pouquinho segue o suuuuuuuuuuuuucesso: “It’s Gonna Be Me”

Por Mariane Battistetti

Só pra quem já esteve P da vida

Dia desses tava aqui na redação quando alguém começou a desenterrar os ídolos da adolescência. Saíram várias pérolas. Uma era do fã-clube oficial de Sandy e Junior, outra jurou que não gostava de Menudos e ainda tinha aquela que morria de amores pelos Backstreet Boys.

Daí que começamos a relembrar as musicas e…. fomos parar em Dominó. Afinal, todo mundo lembrava de ícones da MPB como “Manequim” e “To P da Vida”.

Pra matar a saudade, segue a letra de To P da Vida, pura poesia da música nacional:

Tô pê da vida

Tô vendo a gente tão pra baixo

Num baixo astral, num cambalacho

E muito pouco amor à vida

Tô pê da vida

E o mundo em volta da ferida

Em transes loucos, transas nossas

De mãos atadas vistas grossas

É muito pouco amor à vida

Tô pê da vida

Tão pondo fogo no planeta

E quem não tá vira careta

A fina flor do preconceito

De cor, de raça, de sujeito

Isso tem jeito (2X)

We are the world lá nas paradas

E gerações desperdiçadas

Em tantas lutas sem sentido

Fecha as cortinas do passado

Mundo grilado, dolorido

Que se conforma

Tô pê da vida

Doces jogadas ensaiadas

Nas mesas das nações unidas

Azucrinando nossas vidas

Jogos de dados combinados

Dados marcados

Tô pê da vida

Mas não me sinto derrotado

Não tem gatilho, nem cruzado

Que vai me por nocauteado

A esperança é uma música

Canta essa música, nossa música, é nossa música…

Tô pê da vida

Olhando a gente tão pra baixo

Num baixo astral, num cambalacho

E muito pouco amor à vida

Tô pê da vida

Mas isso quase não é nada

Tem que enfrentar essa parada

E tem que por a mão na terra

Eu tô na guerra pela vida

Só pela vida

Viva a vida (2X)

Por Ludmilla Pazian

Novo Vídeo dos Backstreet Boys

A banda que mais amávamos nos anos 90 (estão vencendo DISPARADO a enquete!) ainda existe!!! E vai lançar um novo cd!

O nome do álbum é This Is Us, e está previsto para ser lançado dia 6 de outubro.  Enquanto o álbum não chega, podemos dar uma olhada no vídeo de  Straight Through My Heart, primeiro single do álbum…. O vídeo se passa em uma danceteria e tem uma historinha a ver com vampiros (???!)…

´

Gente, e a moda dos vampiros pegou mesmo, não???

Ludmilla Pazian

Cultura pop dos anos 90 também está no NY Times!


Cena do filme Harry Potter e a Pedra Filosofal abre a galeria do jornal

Cena do filme Harry Potter e a Pedra Filosofal abre a galeria do jornal americano

Harry Potter, Spice Girls, Backstreet Boys, Britney Spears… todos estão nesta galeria feita pelo jornal americano The New York Times!

Para a Geração Y, diz o jornal, é a cultura pop do final dos anos 90 e início dos 2000 que causa aquela sensação de nostalgia e saudosismo.

A galeria tem 13 slides e começa com Harry Potter, passa por BSB, Britney, Spice, Eminem, terminando com a banda Blink 182 — aquela da música “All the small things”, lembra?

Faltou muita coisa na selação do jornal, mas nós aqui do Babalu é Califórnia nos encarregamos de nos lembrar do que foi destaque durante a década de 90. Afinal, relembrar é viver!

Daniella Cornachione

Pourquoi ci, pourquoi ça!

jordy

Sucesso precoce: Jordy alcançou a fama mundial aos 4 anos

Desde que o Babalu é Califórnia entrou no ar que eu estava procurando um gancho para fazer um post sobre Jordy Lemoine, mas nada vinha à minha cabeça a não ser o refrão grudento da música “Dur Dur D’etre Bebe” (É duro ser bebê). A oportunidade perfeita surgiu quando lendo o Te dou um dado, eu me deparei com a notícia de que Jordy era o vencedor do reality show “La Ferme Célébrités 2”, a versão francesa de “A fazenda”, atualmente exibido na Record.

Jordy foi um bebê fofíssimo que estourou no ano de 1992, aos 4 anos,  com o single “Dur Dur D’etre Bebe”.  O pequeno astro entrou para o Guinnes Book como o cantor mais jovem da história a ter uma música em primeiro lugar nas paradas. Logo veio o álbum inicial “Pochette Surprise” e mais um hit: “Allison”. O sucesso se espalhou e o loirinho virou febre na Europa, no Japão e no Brasil.

Em 1993, Jordy pisou em terras brasileiras e chegou a se apresentar no Domingão do Faustão, com direito a um “Ô loco, meu, o francês que está fazendo a cabeça da galera” do apresentador. Em 1994, porém, os fãs tiveram que dar adeus ao astro mirim, pois a justiça francesa proibiu Jordy de se apresentar, alegando que seus pais exploravam a imagem do filho para enriquecer. A comprovação veio em 1996, quando a família inaugurou a atração temática “La ferme de Jordy” (A fazenda do Jordy ) que se revelou um fracasso comercial.

jordyvelho

Em 2006, Jordy retomou a carreira musical com o single "Não sou mais um Bebê"

Foram 10 anos no anonimato, até que em 2005, aos 17 anos e emancipado, Jordy voltou ao mundo da fama na segunda edição do reality show “La Ferme Célébrités”. E provando que as celebridades mirins ficam para sempre em nossos corações, levou o prêmio de 180 mil euros para uma instituição de caridade, além de uma quantia não divulgada para si mesmo.

Em 2006, Jordy voltou a lançar uma música, intitulada “Je ne suis plus un bébé” (Eu não sou mais um bebê). Hoje aos 21 anos e bem menos fofinho, ele continua investindo na carreira musical, é líder da banda de pop rock Jordy and the Dixies. O grupo faz sucesso na França, mas mundialmente Jordy ainda é conhecido como a criancinha que se declarava para a namorada Allison.

Para matar as saudades, aí vão os vídeos dos super sucessos do Jordy fofinho. E fica aí a dica para os organizadores do Ano da França no Brasil. O show ia bombar!

“É duro ser um bebê”

“Ti, ti, ti amo. I, i, i, i love you”

Natalia Guaratto

Meus clipes preferidos de Michael Jackson

Um dos motivos que fez Michael Jackson ficar tão famoso, além dos escândalos, foi a alta qualidade de todos os seus clipes. Eram efeitos especiais inacreditáveis para a época, brigas de gangues, gravações em favelas, presença de morto-vivos, danças e batidas contagiantes. Com certeza eles marcaram a os anos dourados de muita gente, que tentava imitar os passos de Beat It ou de Thriller.  Aqui eu vou colocar os 3 vídeos que mais marcaram a minha infância:

 

Até Eddie Murphy participou do vídeo no qual o cantor volta aos tempos do antigo Egito. Entre faraós e pirâmides, Michael até vira areia. Imperdível.

 

No meio de um cenário de brigas de gangues, Jackson arrebentava nos passos de dança. Tem ação, coreografia ensaiada e claro, muita cara de mau.

 

O melhor ficou para o final, porque é lógico que Thriller teria que estar na minha lista. Simplesmente incompárável… 

 

 

Ludmilla Pazian