O que arde, cura…

…já dizia minha avó…

E eu quis voltar a ser criança no fim-de-semana e dei um mergulho no meio da rua. Resultado: metade do cotovelo ralado. Os hematomas lembram muito a infância e quando eu displicentemente enfiei o braço na água quente para lavar as feridas, não tive como não lembrar de Merthiolate.

Era o horror! O horror! Aquela espatulinha com o liquidinho vermelho encostando nos ralados. E ardia que nem fogo. Precisava a mãe ficar assoprando horas para passar. Doía mais que o próprio machucado.

Procurei comerciais antigos no Youtube, mas só achei um, que nem é tão antigo assim, mas é fofo. Vai ver eles nem faziam propaganda porque ardia muito…

E esperaram eu crescer para inventarem uma fórmula que não arde mais. Absurdo!

Natalia Guaratto

Uma resposta

  1. Mas por este motivo de não arder mais que temos agora uma legião de Restart, Freno, Cine… é tudoooo frutoo do resultado do merthiolate não arder mais… NO MEU TEMPO NÃO ERA ASSIMMM!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: