Confesso! Eu amava…

Esses dias estava zappeando pela TV e parei para assistir ao episódio (reprise, é claro!) de mais uma atração da TV Cultura que fez a cabeça dos jovens da nossa geração: Confissões de Adolescente.

Criado em 1994, o seriado conta o dia-a-dia de uma família pouco comum. Um pai viúvo, com quatro filhas (duas do primeiro casamento, uma do segundo casamento e a enteada), que tem que lidar com as sutils, ou não, crises das adolescentes.   

As personagens: Natália, Carol, Diana e Bárbara

As personagens: Natália, Carol, Diana e Bárbara

 

Diana (Maria Mariana) , Bárbara (Georgiana Góes), Natália (Danielle Valente) e Carol (Deborah Secco) me acompanharam durante várias tardes, depois da escola. Diana era a mais velha das quatro irmãs, a mais compreensiva, calma e madura. Já Bárbara (a que eu mais gostava), a mais velha depois de Diana, era super despachada e prática – com seu cabelo ‘joãozinho’ e suas roupas descoladas. Não engolia um sapo sequer! Natália tinha um perfil dócil, era sonhadora e romântica. E Carol, a caçula da turma, era moleca – sempre com seu boné de lado.

O estilo de narrativa era um dos artifícios que prendia o público. A história corria normalmente e era interrompida por cometários das personagens, que mostravam seu ponto de vista sobre o assunto e seus pensamentos não externados durante o decorrer da trama.

Paulo (Luiz Gustavo) era o pai que todo mundo queria ter. Compreensivo, calmo, o mais bonzinho de todos!

Maria Mariana, interprete de Diana, criou a série baseando-se em seus diários de adolescência (talvez por isso nós nos identificássemos tanto com os contos). Além de sucesso na TV, as histórias viraram peça teatral e um livro.

A série ainda consagrou a música de abertura, Sina, de Djavan.

Enfim, fiquei presa ao episódio e tive que assitir até o fim.

Fernanda Abrão

4 Respostas

  1. Fer!

    Adorei!!!! eu queria assistir de novo!
    Puts… que época boa…aiaiai…

  2. aee, fe, boa lembrança!
    vcs viram que a Maria Mariana despirocou? Lançou um livro sobre maternidades esses tempos com cada ideia fraca…
    bjaoo
    Dani

  3. Achei sensacional a Cultura voltar a exibir. Eu também assisiti o episódio inteiro esses dias, foi um que a Natalia quase perdeu a virginidade.
    A Barbara também era minha preferida, ai deu um google pra ver o que ela ta fazendo hoje e tchanam: ela é a diretora do Multipla Escolha da Malhação.

    Olha a foto: http://malhacao.globo.com/Novela/Malhacao/download/0,,4809-2,00.jpg

    Mandou bem no post, Fe.
    Beijos
    Fu

  4. A Rede Cultura tinha (e tem) muitos programas legais..
    Além de Confissões de Adolescente eu assiti:
    – O Mundo da Lua (de Lucas Silva e Silva era muito 10! “Onde tudo pode acontecer…”)
    – Glub-glub (os dois peixes tinham esse nome, por isso “Glub-glub”)
    – Cocoricó
    – As aventuras de Babar (desenho de uma família de elefantes que vivia num palácio)
    – As aventuras de Tintim (e seu cachorrinho Milu)
    – DOUG!!!!!!!! (o Costelinha era D+)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: